SSDs e a retenção dos dados

SSDs e a retenção dos dados

Estes dias fui questionado sobre a possibilidade da perda de dados de um SSD que não está em uso, apenas armazenado. O SSD foi retirado de um notebook que apresentou problemas, e a pessoa me perguntou se desligado o SSD poderia perder os dados.

Essa pergunta me fez relembrar os velhos tempos, onde usuários domésticos armazenavam suas fotos e vídeos em CDs e DVDs graváveis, naquela época também existia a pergunta sobre a durabilidade daquelas mídias. Sim, como os CDR’s e os DVDR’s armazenavam a informação em uma camada de material orgânico (que era sensibilizada via laser), a durabilidade não era eterna como muita gente imaginava (de que adiantaria ser eterna também, se nos dias de hoje leitores de CD e DVD se tornaram itens raros e em extinção), na média os estudos indicavam uma durabilidade superior a 30 anos para estas mídias. (se quiser saber mais sobre a durabilidade de CDR’s e DVDR’s, sugiro ler o artigo: CD-R and DVD-R RW Longevity Research da Biblioteca do Congresso Americano).

Voltando a longevidade dos SSD’s e a pergunta inicial, um SSD guardado por muito tempo, pode perder os dados? A resposta simples é sim. O tempo em que isso poderá ocorrer dependerá das condições de armazenamento. Na prática se o SSD for armazenado em temperatura ambiente (aproximadamente 30 graus celsius), em média os dados serão preservados pelo período de 3 anos. Aqui temos uma regra de dedão, pois a durabilidade também dependerá do tipo de SSD (SLC, MLC, TLC, QLC, etc., para saber mais sobre os tipos de SSD, sugiro a leitura dos artigos: A tecnologia por trás dos SSD’s de baixo custo e O que considerar na hora de investir em Storage SSD).

Para entender melhor, a retenção de dados em armazenamento Flash, depende da capacidade de determinar o nível de carga em cada célula. Com o tempo essa carga se deteriora e necessita ser atualizada, caso contrário, os dados serão perdidos. Com o SSD em operação, o controlador é responsável por realizar esta atualização de forma periódica no intuito de recuperar a carga perdida. Com o SSD desligado este processo de atualização não acontece e com o tempo ocorre a degradação. A taxa de perda de carga é denominada como “detrapping” e está diretamente relacionada a temperatura que o SSD é armazenado, temperaturas mais altas acelera a perda de carga.

É importante destacar que não se trata de algo linear em relação a temperatura e a perda de dados, por exemplo se o SSD for armazenado a 30 graus os dados serão preservados por um período superior a 3 anos, já uma temperatura de 40 graus reduz o tempo para aproximadamente 1 ano e temperaturas de armazenamento na casa dos 80 graus reduz a durabilidade dos dados para algo próximo de 4 dias. Já temperaturas mais baixas aumentam a vida útil dos dados, se o SSD for armazenado a uma temperatura de 20 graus, os dados seriam preservados por aproximadamente 16 anos. Basicamente estas estimativas de vida são calculadas utilizando a equação de Arrhenius.

Aqui tentei resumir de forma muito simplória, pois existem fatores que influenciam o tempo de retenção dos dados que necessitam ser considerados também. Mas como o objetivo é responder à pergunta, a resposta final é “Sim” pode ocorrer a perda de dados, então é bom ficar atento, o ideal é que dados importantes sejam protegidos por mecanismos de backup, se você é um usuário doméstico existem várias opções de backup na nuvem. No caso de aplicações corporativas backups confiáveis são mandatórios. Se quiser saber mais, sugiro as seguintes leituras: JEDEC JESD 47 e JEDEC JEP 122, estas documentações estabelecem os critérios mínimos para dispositivos de memória Flash, também é interessante a leitura da apresentação JEDEC SSD Specifications Explained.

Consultor veterano na área de Tecnologia da Informação, com passagem em grandes empresas, graduado em Ciência da Computação com especialização em microeletrônica e gestão de projetos, detentor de diversas certificações de mercado (Microsoft, Cisco, Brocade, Vmware, etc.).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *